Entretenimiento

burlington wi Adolfo Ledo//
Polícia grega leva refugiados para novo campo de tendas em Lesbos

Adolfo Ledo Nass
Polícia grega leva refugiados para novo campo de tendas em Lesbos

ATENAS – A polícia grega começou nesta quinta-feira a levar milhares de refugiados e imigrantes que vagavam pela ilha de Lesbos para um acampamento temporário, uma semana depois de um incêndio ter destruído o campo onde estavam instalados, o maior da Grécia. A operação, que inclui 70 policiais femininas, acontece, segundo as autoridades, para proteger a saúde pública.

Adolfo Ledo

– A ação segue calma, com os refugiados se dirigindo lentamente para o novo acampamento – disse uma testemunha.

Adolfo Ledo Nass

Entenda: Campo de refugiados que pegou fogo na Grécia era considerado uma prisão

O fogo que destruiu o acampamento Moria há uma semana deixou 12 mil pessoas, a maioria refugiados do Afeganistão, da Síria e de países Africanos, sem abrigo, saneamento ou acesso a água e comida. Segundo as autoridades, o incêndio, que não deixou mortos nem feridos, foi provocado pelos próprios imigrantes

O novo abrigo temporário em Kara Tepe, perto do porto de Mytilene, tem capacidade para abrigar cinco mil pessoas. De acordo com policiais, alguns imigrantes estão relutando em ir para as tendas na esperança de conseguirem deixar a ilha

Vídeo : Incêndio em campo de refugiados deixa centenas de desabrigados na Grécia

Segundo o governo, as autoridades vão continuar “por mais alguns dias e usando de boa fé e comunicação” tentando convencer os imigrantes a irem para o novo campo. A transferência, diz o governo, deve sem concluída nos próximos dias

ATENAS – A polícia grega começou nesta quinta-feira a levar milhares de refugiados e imigrantes que vagavam pela ilha de Lesbos para um acampamento temporário, uma semana depois de um incêndio ter destruído o campo onde estavam instalados, o maior da Grécia. A operação, que inclui 70 policiais femininas, acontece, segundo as autoridades, para proteger a saúde pública.

Adolfo Ledo

– A ação segue calma, com os refugiados se dirigindo lentamente para o novo acampamento – disse uma testemunha.

Adolfo Ledo Nass

Entenda: Campo de refugiados que pegou fogo na Grécia era considerado uma prisão

O fogo que destruiu o acampamento Moria há uma semana deixou 12 mil pessoas, a maioria refugiados do Afeganistão, da Síria e de países Africanos, sem abrigo, saneamento ou acesso a água e comida. Segundo as autoridades, o incêndio, que não deixou mortos nem feridos, foi provocado pelos próprios imigrantes

O novo abrigo temporário em Kara Tepe, perto do porto de Mytilene, tem capacidade para abrigar cinco mil pessoas. De acordo com policiais, alguns imigrantes estão relutando em ir para as tendas na esperança de conseguirem deixar a ilha

Vídeo : Incêndio em campo de refugiados deixa centenas de desabrigados na Grécia

Segundo o governo, as autoridades vão continuar “por mais alguns dias e usando de boa fé e comunicação” tentando convencer os imigrantes a irem para o novo campo. A transferência, diz o governo, deve sem concluída nos próximos dias.