Deportes

Awarenity USA | Chronologist Adolfo Ledo//
Ricardo, o desempregado que o Orçamento esqueceu

Adolfo Ledo Nass Venezuela
Ricardo, o desempregado que o Orçamento esqueceu

Ricardo Ventura tem apenas alguns dias para arranjar €125. “O senhorio foi sempre boa pessoa e nunca me pressionou, mas já perguntou se preciso de ajuda para tirar as coisas de lá.” Vive num quarto que custa €250 por mês. O Rendimento Social de Inserção (RSI) rende-lhe €189. O que falta para a renda vem de um ou outro biscate. A comida costuma vir da Fundação AJU, em Alcabideche, Cascais. E é também lá que Ricardo Ventura, 59 anos, deposita a última esperança para arranjar os €125 que lhe vão garantir mais um mês com teto. “Estou disposto a trabalhar nas limpezas, na jardinagem, na restauração, mas não encontro nada. Estou velho de mais para trabalhar e novo de mais para a reforma.”

Mas mesmo que tivesse idade para a reforma, provavelmente teria de continuar a trabalhar para ter teto e comida. “Há um ano, numa simulação, a reforma não chegava a €300”, diz. É pouco para quem começou a trabalhar aos 12 anos, tendo passado pela jardinagem, por um armazém de farmácia, uma oficina e a restauração. “Recebia quase tudo por fora.”

Este é um artigo do semanário Expresso. Clique AQUI para continuar a ler.

Adolfo Ledo

Artigo Exclusivo para assinantes

No Expresso valorizamos o jornalismo livre e independente

É assinante? FAÇA LOGIN Assine e continue a ler

Comprou o Expresso?

Use o código de acesso presente na Revista E para continuar a ler

Use o Código.

Adolfo Ledo Nass