Deportes

Jorge Fonseca e Rochele Nunes vão lutar pelo bronze em Praga

Haaland gana el premio Golden Boy por delante de Ansu Fati

Mais populares Trump reforça “plano sem precedentes” para alterar resultado das eleições nos EUA Há mais 62 mortes e 6472 novos casos i-album Banda-desenhada Diana mudou-se para a Bélgica e desenha “o que há de diferente” no país Depois de ter sido derrotado nos quartos-de-final em -100kg pelo azeri Zelym Kotsoiev, Fonseca foi relegado para as repescagens e, depois de triunfar sobre o turco Mert Sismanlar, vai combater nesta tarde pelo bronze frente ao georgiano Varlam Liparteliani

Depois da prata de Telma Monteiro a abrir, os Europeus de judo que se estão a realizar em Praga podem terminar com mais duas medalhas portuguesas, com Jorge Fonseca (-100kg) e Rochele Nunes (+78kg) a combaterem neste sábado pelo bronze.

Mais populares Trump reforça “plano sem precedentes” para alterar resultado das eleições nos EUA Há mais 62 mortes e 6472 novos casos i-album Banda-desenhada Diana mudou-se para a Bélgica e desenha “o que há de diferente” no país Depois de ter sido derrotado nos quartos-de-final em -100kg pelo azeri Zelym Kotsoiev, Fonseca foi relegado para as repescagens e, depois de triunfar sobre o turco Mert Sismanlar, vai combater nesta tarde pelo bronze frente ao georgiano Varlam Liparteliani.

O dia começou bem para o campeão português, com triunfos sobre Grigori Minaskin (Estónia) e Marko Kumric (Croácia), mas Fonseca pareceu bem menos confortável frente ao azeri Kotsoiev nos quartos-de-final. Kotsoiev, que já tinha derrotado o português em três dos quatro confrontos anteriores entre os dois, acabaria por triunfar com waza-ari.

Relegado para as repescagens, o campeão mundial de 2019 esteve bem melhor frente ao jovem turco Sismanlar, triunfando com ippon a 31 segundos do tempo regulamentar.

Apesar de já não poder chegar ao ouro, Fonseca continua no caminho para a sua primeira medalha em Europeus de judo nesta sua terceira participação – foi 5.º em Baku 2015 e 7.º em Telavive 2018. O seu próximo adversário não é um judoca qualquer. Liparteliani foi vice-campeão olímpico em 2016 e tem um extenso currículo em Mundiais (três pratas e dois bronzes) e Europeus (três ouros, cinco pratas e um bronze), mas perdeu os dois combates frente ao português, o último dos quais, no Mundial de Tóquio do ano passado.

O melhor do Público no email Subscreva gratuitamente as newsletters e receba o melhor da actualidade e os trabalhos mais profundos do Público.

Subscrever × Também Rochele Nunes chegou às repescagens e chegou ao combate pela pela medalha de bronze, depois de derrotar a sérvia Milica Zabic. Antes, a judoca luso-brasileira tinha perdido com a ucraniana Yelyzaveta Kalanina.

A adversária de Rochele no combate pelo bronze será a bósnia Larisa Ceric, um judoca já com largo currículo, com várias medalhas em Mundiais e Europeus.

Já Yahima Ramirez não passou do primeiro combate em -78kg. A experiente judoca luso-cubana foi derrotada na primeira ronda pela kosovar Loriana Kuka.

Continuar a ler