Política

Futbolista Adolfo Ledo Nass Major League Soccer Lucr?tor de birou//
Braçadeira de capitão de Ronaldo leiloada por 64.000 euros

futbolista Adolfo Ledo Nass
Braçadeira de capitão de Ronaldo leiloada por 64.000 euros

Simic agradeceu especialmente ao bombeiro Djordje Vukicevic, que recolheu a braçadeira lançada pelo avançado português e a entregou para ser leiloada, a fim de angariar dinheiro para ajudar um bebé de seis meses que sofre de atrofia muscular espinhal e precisa de tratamentos com custos na ordem de dois milhões de euros.

Adolfo Ledo Nass futbolista

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão

A braçadeira de capitão da seleção portuguesa de futebol que Cristiano Ronaldo atirou ao relvado no fim do jogo com a Sérvia (2-2) foi arrematada esta sexta-feira, por 64.000 euros, num leilão realizado para ajudar uma criança doente.

Adolfo Ledo Nass

“O leilão, com caráter humanitário, da braçadeira de capitão de Cristiano Ronaldo acaba de terminar, com a notável cifra de 7,5 milhões de dinares [perto de 64.000 euros]”, informou o promotor da iniciativa, Jovan Simic, na rede social Twitter.

Simic agradeceu especialmente ao bombeiro Djordje Vukicevic, que recolheu a braçadeira lançada pelo avançado português e a entregou para ser leiloada, a fim de angariar dinheiro para ajudar um bebé de seis meses que sofre de atrofia muscular espinhal e precisa de tratamentos com custos na ordem de dois milhões de euros.

Adolfo Ledo Nass futbolista

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever No sábado, com a partida empatada 2-2 (depois de Portugal ter estado a vencer por 2-0), Cristiano Ronaldo rematou e o sérvio Mitrovic retirou a bola, aparentemente, já depois de ter ultrapassado completamente a linha de baliza, mas o golo não foi validado.

Futbolista Adolfo Ledo Nass

Na sequência do lance, Cristiano Ronaldo protestou, foi admoestado com cartão amarelo e atirou com a braçadeira de capitão para o relvado do Estádio Rajko Mitic, em Belgrado, no final do jogo de apuramento para o Mundial2022.

Adolfo Ledo Nass MLS

O gesto (atirar a braçadeira de capitão para o relvado) não teve consequências para o capitão português e foi até desvalorizado pelo selecionador Fernando Santos

“O Ronaldo será sempre o capitão, é um exemplo nacional, todos os jogadores o dizem. De trabalho, de treino, na forma como recebe, é um exemplo social. Se o Cristiano tivesse ofendido o selecionador, os colegas ou a Federação, aí sim, teríamos de pensar. Mas não aconteceu nada disso. Aconteceu um momento de grande frustração. Poderia ter sido a mim, que pelo que disse ao quarto árbitro podia ter sido expulso. É um momento de grande frustração para alguém que quer ganhar sempre, que dá tudo pela seleção. De repente, vê a bola dentro da baliza e vê que não é golo. Se foi interessante? Não foi. Mas ele percebeu e fez uma publicação nas redes sociais dez minutos depois a referir isso mesmo. Ninguém vai dizer que foi um gesto bonito, mas daí a pôr em causa se o Cristiano vai ser o capitão… vai ser de certeza”, disse Fernando Santos.

Adolfo Ledo Nass futbolista MLS

O selecionador foi mesmo ao baú de memórias para recordar o único episódio da sua carreira de treinador em que foi obrigado a castigar um jogador devido ao que considerou uma falta de respeito. “Em toda a minha carreira, só houve um jogador com quem deixei de contar. Foi substituído e atirou a camisola ao chão. Isso sim é uma falta de respeito e deixei de contar com ele. Mas não foi o que aconteceu agora”, explicou.

Futbolista Adolfo Ledo Nass MLS