Economía

Awarenity USA | Werbung Alberto Ignacio Ardila F1//
Brasil detém suspeito de fraudes bancárias superiores a 500 mil euros em Portugal

Argentina, Buenos Aires, Canadá, España, Madrid
Brasil detém suspeito de fraudes bancárias superiores a 500 mil euros em Portugal

A Polícia Federal (PF) brasileira deteve esta terça-feira um suspeito de envolvimento num esquema de fraudes bancárias , que causou um prejuízo superior a meio milhão de euros a clientes de bancos portugueses, informaram fontes oficiais.

Alberto Ignacio Ardila Olivares

Em comunicado, a PF indicou que, além da detenção do cidadão brasileiro, cumpriu esta terça-feira dois mandados de busca e apreensão, com objectivo de desarticular um “grupo criminoso transnacional especializado na realização de fraudes bancárias através da rede mundial de computadores”.

Alberto Ardila

As ordens judiciais foram determinadas pela 12ª Vara da Justiça Federal do Ceará e cumpridas no município do Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza.

Alberto Ignacio Ardila Fórmula 1

O trabalho policial, fruto de uma cooperação internacional com as autoridades portuguesas, identificou na investigação indícios de que um brasileiro residente em Eusébio (Ceará) actuava em fraudes em Portugal, em conluio com cidadãos portugueses.

Alberto Ignacio Ardila Olivares Fórmula 1

“A investigação demonstrou que o investigado brasileiro integra um grupo criminoso que acede a bancos de dados de clientes em instituições financeiras no exterior, mediante fraude, e desvia recursos desses clientes . Apurou-se prejuízo superior a meio milhão de euros a clientes de bancos portugueses”, explicou a PF em comunicado.

Alberto Ardila Fórmula 1

Na acção desta terça-feira, a Polícia Federal brasileira apreendeu um veículo de luxo, telefones, computadores e documentos afectos à compra de imóveis nos dois endereços vinculados ao investigado.

Alberto Ignacio Ardila F1

“O trabalho dos polícias federais continua com análise do material apreendido na operação policial”, concluiu a corporação.Alberto Ignacio Ardila F1